Redução De Custos: Como Corretores Podem Fazer?

Diminuaagoraoscustosdesuacorretora Post - Prone Contabilidade

Compartilhe nas redes!

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

A Redução De Custos Tributários Traz De Volta O Dinheiro Para O Seu Bolso 

Corretor de Imóveis, aprenda como fazer a redução de custos tributários de forma legal hoje mesmo!

Corretor, o que vamos te apresentar ao longo deste artigo é uma oportunidade real para fazer a redução de custos tributários – e de forma lícita. 
Sendo assim, se você quer saber como fazer a redução de custos tributários, e de forma lícita, podemos dizer que “você chegou chegou ao seu destino”. 
Ao escolher modelo de regime tributário para exercer o seu trabalho, você pode estar colocando ou tirando o dinheiro do seu bolso. 
Se quiser saber mais sobre isso, fique com a gente para entender. 
Gif Prone - Prone Contabilidade

CRECISP – O Que É?

Você conhece os regimes tributários?

Existem três tipos de regimes tributários e, para saber qual se encaixa melhor no seu modelo de trabalho, é de suma importância entender as diferenças que cada um deles tem.
Mas, vamos te adiantar: saber a diferença desses tributos não é o suficiente para reduzir os custos, é preciso uma análise profunda do que realmente vantajoso para você. 
Dito isso, vamos aos passos para encontrar o que você veio buscar aqui – uma solução para 
reduzir o seus custos. 

Como Os Regimes Tributários Influenciam Diretamente Na Redução De Custos?

Em primeiro lugar, antes de explicar como fazer a redução de custos, vamos entender quais são os regimes tributários que você pode escolher para trabalhar, pois são eles que vão determinar como os impostos do seu serviço serão recolhidos.
Atualmente, existem três tipos de tributação no Brasil, sendo elas: Simples Nacional, Lucro Presumido e Lucro real. Veja uma breve explicação sobre como funcionam.

Simples Nacional

O Simples Nacional é uma forma simplificada de tributação, e visa ajudar e agilizar a cobrança de impostos de microempreendedores individuais (MEI), microempresas e empresas de pequeno porte. Por outro lado, apenas empresas com faturamento de até 4,8 milhões podem se integrar ao regime
O que ele faz é unificar todos os impostos (ICMS, IPI, IRPJ, CSLL, PIS, COFINS, ISS ou INSS patronal) em uma única guia de pagamento, desse modo, você não precisa se preocupar com as diferentes alíquotas referentes a cada imposto.

Lucro Presumido 

O Lucro Presumido funciona da seguinte forma: a Receita Federal se baseia em todo o seu faturamento para aplicar uma alíquota.
Ou seja, você tem uma alíquota fixa, mas diferente do simples nacional, ela é baseada no valor total do seu faturamento.
Essa é uma boa opção caso você queira começar empreender com uma equipe de corretagem.  

Lucro Real

Mesmo colocando esse regime tributário aqui na lista, ele é indicado para grandes empresas, como bancos, pois sua tributação é feita sobre o lucro efetivamente apurado da empresa.
É necessário muita experiência, afinal, são muitos cálculos complexos que envolvem todos os departamentos de uma empresa. 

Analise As Opções Para Ter A Redução De Custos

Agora que você está a par dos diferentes regimes de tributários, estamos mais perto da solução para a redução de custos para você, corretor! 
Entretanto, sentimos em dizer que não basta saber a diferença entre elas, mais do que isso, é preciso analisar com profundidade essas opções. 
E, se você ainda não fez isso, saiba que esse é o motivo que tem feito o dinheiro sair do seu bolso. 
Vamos te dar um exemplo: 
Se você é um corretor autônomo e escolhe o modelo tributário Simples Nacional – que é o mais indicado -, não será possível abrir uma empresa na modalidade jurídica de MEI que hoje é o sistema mais barato. 

Como Fazer A  Redução De Custos 

Dado o exemplo, é importante fazer uma análise profunda para alcançar a redução de custos tributários, é claro, de acordo com o que é mais vantajoso para você.
O que pode ser feito, também, é o planejamento tributário, uma maneira muito utilizada para diminuir a carga tributária das empresas brasileiras através do estudo aprofundado da sua atuação.
Sendo assim, pode-se concluir que o planejamento tributário é a gestão efetiva dos tributos e a procura por formas de diminuí-los dentro dos parâmetros legislativos.
E, nós dá Prone Assessoria Empresarial, podemos te ajudar a colocar o dinheiro de volta no seu bolso hoje mesmo. 
QUERO REDUZIR MEUS CUSTOS TRIBUTÁRIOS
QUERO UMA PLANILHA DE CONTROLE DE CLIENTES!

Compartilhe nas redes:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Posts Relacionados

Confira Agora Algumas Dicas Muito Importantes Para Quem Quer Abrir Empresa Com Conjuge Post (1) - Prone Contabilidade

Abrir empresa com cônjuge: isso pode dar certo?

Descubra agora se abrir empresa com cônjuge é uma boa escolha Descubra agora se abrir empresa com cônjuge é uma boa escolha e se pode render muito dinheiro Ter um parceiro na vida é contar com o apoio sempre que

Precisa de uma contabilidade que entende do seu negócio ?

Encontrou! clique no botão abaixo e fale conosco!

Recomendado só para você
Diante de tantas dúvidas e incertezas quanto ao benefício emergencial,…
Cresta Posts Box by CP
Back To Top

Faça login

Nota Fiscal Eletrônica

Seja bem-vindo, funcionário